Pintura com pincel: qual tipo é o melhor para cada situação

Criado: 22 ago Atualizado: 03 out

Pintura com pincel: qual tipo é o melhor para cada situação

Existem algumas ferramentas essenciais para que os pintores possam manter a qualidade em seus serviços, e o pincel é uma delas. Realizar uma pintura com pincel pode parecer uma tarefa fácil, mas exige muito profissionalismo.

E quando o assunto são esses materiais, é importante ficar atento aos tipos que existem no mercado da construção civil. Para cada categoria de tinta, existe um pincel que melhor desempenha uma pintura sem falhas. 

Quando se trata de pintura com pincel, tudo deve ser levado em consideração em relação a esse instrumento: tamanho, espessura, formato e cerdas. Isso porque são essas características que determinarão o desenvolvimento do serviço.

E sim, parece ser muita informação para entender, mas se você souber as características dessa ferramenta, poderá usá-la com mais precisão. 

Por isso, não se preocupe que iremos te contar todos os segredos por trás da pintura com pincel. 

Como fazer uma pintura com pincel sem defeitos?

Como já falado, cada tipo de tinta exige o pincel adequado. E para fazer uma pintura com pincel sem defeitos, primeiramente, é essencial entender as características que diferenciam esse utensílio:

  • Formato do pincel

Para um pintura com pincel sem defeitos, um ponto de atenção é o formato deles

Existem dois formatos de pincéis no mercado da construção civil: angulares e planos. O primeiro é mais utilizado em cantos compridos, oferecendo mais precisão nas linhas retas. 

Um pincel angular fino, por exemplo, é perfeito para que haja nitidez em uma linha. Quando se trata do modelo grosso, é indicado para aplicar a tinta nos tetos. 

Já o segundo formato é utilizado para pintar superfícies grandes e lisas. Dessa forma, o serviço flui de forma rápida e fácil.

  • Tipos de cerdas

Para uma pintura com pincel sem defeitos, os tipos de cerdas usadas para pintar são um ponto de atenção

É importante lembrar que as extremidades das cerdas também afetam a qualidade da pintura. A forma que o pincel agarra a tinta e aplica à superfície faz toda a diferença para o resultado.

Cerdas com pontas fortes permitem a utilização de mais tinta a cada pincelada. Pincéis com pontas espigadas ajudam a ter uma pintura mais suave e sem marcas.

Além disso, também é necessário escolher entre as cerdas naturais ou sintéticas. É adequado usar a primeira opção para tintas à base de óleo. 

Isso porque as cerdas naturais têm pequenas marcas e pontas espigadas, o que ajuda a dar um acabamento mais liso à superfície. Elas também são mais resistentes aos produtos químicos.

A segunda opção é indicada para tintas à base de água, pois não absorvem a umidade das tintas. Essas cerdas também não deixam marcas de veio, evitando um acabamento ruim.

  • Tamanho dos pincéis

O tamanho dos pincéis é um ponto que deve ser levado em consideração na hora de fazer um serviço de pintura

Usar pincéis grandes ou pequenos dependerá do tipo de serviço a ser feito. Lembre-se que o pincel grosso possibilita pegar mais tinta, cobrindo uma área maior antes da segunda mão. 

Já o pincel fino é mais leve e permite que o pintor controle melhor os movimentos. Porém, a desvantagem dele é que a pintura irá demorar mais tempo, por conta de sua espessura.

Quais são os tipos de pincéis que existem no mercado? 

Com tudo o que já foi dito, ficou claro que não dá para aproveitar um pincel para pintar várias superfícies, certo? 

E para complementar ainda mais os seus conhecimentos sobre a pintura com pincel, iremos te contar uma curiosidade: os pincéis que são usados para pintar paredes são, na verdade, chamados de trinchas.

As trinchas também são pincéis, porém essa é a nomenclatura correta para eles em um cenário de obras ou reformas.

Venha entender quais são os tipos de pincéis — ou trinchas — que existem no mercado:

  • Com cerdas pretas

No serviço de pintura com pincel, existem os tipos que possuem cerdas pretas

A pintura com pincel de cerdas pretas é indicada quando se trata de produzir detalhes, dar acabamento ou melhorar a cobertura das superfícies. 

Os produtos ideais para serem usados com ele são: esmaltes sintéticos, óleos, vernizes e zarcão. Esse pincel produz um ótimo resultado quando se trata de alvenaria e metais.

  • Com cerdas gris

Para um serviço de pintura com pincel, existem os tipos que possuem cerdas gris

Também conhecidos como pincéis com cerdas grisalhas. São muito utilizados na aplicação de tintas látex, PVA e acrílica à base de água. 

Eles também se desempenham bem quando usados com tintas à base de solventes, podendo aplicá-las em qualquer tipo de superfície.

  • Com cerdas brancas

As cerdas brancas são um dos tipos que existem no mercado para fazer uma pintura com pincel

São pincéis recomendados para uma pintura que utiliza vernizes e resinas sintéticas. 

Além disso, podem ser usados em todos os tipos de superfície e sua função é pintar apenas os detalhes, como: recortes, retoques, vincos e cantos.

  • Broxas

As brocas são um dos tipos de pincéis que existem no mercado

As broxas são os pincéis grandes. São muito utilizadas em pinturas com tintas à base de cal ou cimento, por conta da textura. 

Essas tintas possuem uma densidade maior do que outras, o que impossibilita a pintura com trinchas e rolos.

  • Rolos

Os rolos são um tipo de pincel usado para os serviços de pintura

Os rolos têm duas derivações. A primeira são os de pelos altos, que seguram mais tinta, por isso rendem mais. São indicados para tintas à base de água e para superfícies ásperas, absorventes ou rugosas. 

A segunda derivação são os rolos de pelos baixos. Eles permitem um resultado de maior qualidade e podem ser usados com tintas à base de solventes, além de respingar menos do que os de pelos altos.

Quando o látex é usado, a indicação é utilizar um rolo largo e de pelos longos

Tipos de rolos 

Os principais tipos de rolos que podem ser encontrados no mercado são: 

  • Lã de pelo curto: ideal para aplicação de tintas à base de epóxi e látex.
  • Lã de carneiro ou sintética: ideal para aplicação de tintas à base de água, como látex PVA e acrílico. Além de também ser indicado para espumas poliéster e na aplicação de esmaltes, vernizes e tintas à óleo.

Em meio a uma quantidade tão grande de pincéis, a escolha de qual irá atender melhor a sua necessidade para determinado serviço é sua. Foque no melhor resultado para a sua pintura, avaliando todos os tipos

Diversidade de produtos? O É da Casa entende do assunto!

Após entender tudo sobre os tipos de pincéis e as suas principais características, você deve saber onde comprá-los. Mais do que isso, é importante verificar a qualidade desses produtos. 

Por isso, o É da Casa conta com os melhores itens para tornar o seu serviço de pintura cada vez mais reconhecido. Com produtos de qualidade e as ferramentas certas, temos certeza que a satisfação do seu cliente virá — junto com as indicações.

Então não deixe de visitar o nosso site. Nele, você  encontra apenas os melhores produtos para você e para a sua casa!

Além disso, se você gostou desse conteúdo e gostaria de receber mais informações e dicas sobre o mercado da construção civil, torne-se nosso parceiro

Com a parceria do É da Casa, você também obtém uma série de benefícios, como:

O É da Casa oferece diversos benefícios para os profissionais parceiros, como maior visibilidade e variedade de trabalhos

Quer saber mais? Acesse esse conteúdo que estamos disponibilizando exclusivamente para você e vamos começar juntos essa jornada!

Venha conhecer todos os benefícios que o É da Casa te oferece e venha ser nosso parceiro

O que você está
esperando para
ser nosso parceiro?

O que você está esperando para ser nosso parceiro? Cadastre-se!
  • Compartilhe

Por dentro do nosso instagram

© 2021 É da Casa - Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Layer UP